Nina Escritora
Fale com ela sem adicionar
111 Seguidores
2 Videos
94 Imagens
Bairro: Vila Madalena
Idade: 28
Tipo: Morena
Biotipo: natural
Altura: 1.61
Peso: 56
Manequim: 38
Pes: 35
Cabelos: Castanhos
Olhos: Verdes
Horário: 24 horas
Faz o perfil: Namoradinha Universitaria
Acompanha: Homens, Mulheres, Casais
Atendo em: Flat Próprio, Hotéis
Cachê: A combinar
Aceita Cartão: Não Aceito
Periodo: A Combinar
Especialidades: Striptease, Pompoarismo, Massagem Tântrica, Massagem Relaxante, Podolatria
Permite Fumar: Não
Viaja: A Combinar
Categorias: Sugar Baby, Massagistas, Ménage à trois
Nina Escritora
Fale com ela sem adicionar
111 Seguidores
2 Videos
94 Imagens

Nina Escritora há 7 meses

@ninaescritora Fixado

RELATO DE UM CLIENTE SOBRE O ENCONTRO COMIGO:

"A nossa afinidade começou logo de cara, pela sua apresentação e pela estrutura do seu modelo de negócio. Logo no primeiro contato pelo whatsapp, recebi uma descrição do seu atendimento, seus valores e o primeiro volume do livro "Os Segredos da Acompanhante Milionária", por esse motivo serei um pouco racional para explicar o meu raciocínio, mostrando que já de início havia admiração por essa mulher.

Ao receber as informações iniciais, foi possível criar uma expectativa sobre quem estava do outro lado. Ela deixa tudo muito claro para você. Sem forçar barra nenhuma, ela mostra que a sua intenção é de passar períodos mais longos e assim criar uma conexão em seu atendimento.

Por um percentual a mais do valor mínimo para realizar o seu atendimento, é possível passar quatro vezes mais tempo ao seu lado. Assim como no McDonald's, o preço do lanche é um valor, o da batata é outro, mas o combo é extremamente vantajoso. Mesmo que o preço final seja maior, você irá aproveitar muito mais comendo um lanche com batatas e refrigerante. Mesmo assim, para uma melhor cobertura da oferta de mercado, a opção de período mínimo existe, oferecendo assim um menu completo para todas as intenções. Nesse quesito, a visão é de genialidade. Uma marqueteira nata.

Ao ler o seu livro, percebi que não era só uma conexão. Ela busca na intimidade uma maneira de viver - e aqui te deixo livre para colocar a semântica que quiser nessa palavra.

Sem nem terminar de ler todo o conteúdo, mandei uma mensagem perguntando se era possível nos encontrarmos no mesmo dia. Como era de noite, eu já estava convencido de que provavelmente ela nem me responderia. Felizmente, ela estava disponível para agendamentos. Meu coração foi de zero a cem em segundos e na mesma hora eu já pedi um "número 1" com batatas e refrigerante grandes. Quatro horas com ela. Eu estava buscando um encontro para conhecer essa mulher que só com palavras já tinha me
trazido tanta emoção.

Juntos, ela buscou tanto me conhecer como se apresentar. Suas experiências de vida, repertório de conhecimento, referências e gostos foram o ponto de partida da noite. A partir daqui o texto não é de criação única e exclusivamente minha. As ideias que surgiram ao longo da noite e a conversa que tivemos me mudaram como pessoa, se tornando facilmente uma das trocas mais emocionantes que senti na vida.

Fomos além de intimidade. A cada toque que trocávamos, eu sentia carinho, respeito e vontade. O seu olhar é sem julgamento nenhum, permitindo que você seja quem você quer ser, embarcando naquele momento ao seu lado. Por esse motivo que um encontro com a Marina não é sobre "oferecer" a melhor experiência. Ela vive a experiência tanto quanto seus clientes. Ela vê beleza em conhecer pessoas e histórias. Uma pessoa fascinada por viver.

Foi possível sentir isso a todo momento do nosso encontro, ao longo dos momentos quentes, das nossas conversas e das nossas risadas (que não foram poucas). Das coisas que marcarão a minha vida para sempre, estará o seu estímulo em perceber o meu próprio corpo e o momento em que eu estava, sentindo os meus pés no chão e a energia que circulava pelo meu corpo.

Esse relato foi feito com menos de 24 horas do encontro. E enquanto eu o escrevia, pude sentir fisicamente todo o prazer que senti na noite anterior.

Da excitação, à pele arrepiada. As quatro horas que passamos juntos foram uma experiência de vida, transcendental, íntima, sincera, tântrica. Sem vieses industriais e livre de tudo aquilo que Foucault diz nos aprisionar.

Em poucas palavras:
ELA NÃO FAZ SEXO. ELA TE PERMITE VIVER."

[Esse cliente escreveu o primeiro capítulo do meu terceiro livro publicado.]

11

Nina Escritora há 2 dias

@ninaescritora

Após a criação do "slow food", vem aí o "SLOW SEX".

"Slow food quer dizer comer devagar. O movimento prega o comer consciente e de maneira PRAZEROSA, com qualidade. Não é uma tendência vegetariana como alguns infelizmente tentam impor. O movimento slow food surgiu como um contraponto ao fast food. Tanto no que diz respeito à QUALIDADE da comida, mas também na velocidade em que devoramos uma refeição."


Minha proposta é

s a b o r e a r

o AGORA em excelente companhia.

Nina Escritora há 1 semana

@ninaescritora

Saudade de um friozin 🫎☃️

1

Nina Escritora há 1 semana

@ninaescritora

❄️❄️❄️

1
Loading...